Google+ Followers

quarta-feira, 7 de dezembro de 2016

Acordei na Serra...
Ouvindo o barulho da chuva
Que Talhada ficou,
 E meu rosto molhou.

Nesta Serra onde canta o sabiá,
Eu também cantei por lá.
(à moda sertaneja).

E a chuva na Serra
Inundou meu coração
Prometo nunca ir embora
E sair do meu Sertão.

Meu rosto ta molhado,
É a alegria de ver a Chuva na Serra
Que deixa feliz nosso povo.
Fica contente de novo,
E que acaba até com a guerra.





Nenhum comentário:

Postar um comentário

Sonha e serás livre de espírito... luta e serás livre na vida.
― Che Guevara